Bio-Oil Portugal

Este site utiliza a tecnologia mais recente de modo a proporcionar-lhe uma experiência simples e funcional de utilização.
Para visualizar, por favor, instale um browser mais recente:
Google Chrome, Mozilla Firefox o Microsoft Edge

DATA: 13.11.2018

Pele seca: causas e soluções

 AÇÃO:

A pele seca pode parecer opaca, repuxada e é áspera ao toque, mas também pode ser escamosa e avermelhada, associada a prurido.

A pele seca resulta não só da perda de água, mas também da escassa produção de sebo ou alterações do filme hidrolipídico que cobre a pele.

São as alterações cutâneas que favorecem diferentes graus de ressecamento, não só para deixar a pele muito seca, mas também para favorecer a descamação da pele, a sensibilização e a irritação, que podem alterar sua função principal: proteger nosso corpo contra os ataques de agentes nocivos externos.

A saúde da pele, na verdade, é percebida principalmente como uma questão de estética e beleza, mas representa acima de tudo a garantia de manter funcional uma das nossas primeiras barreiras de defesa, a partir do ambiente que nos rodeia.

Saiba mais informação sobre a sua pele:

1. De pele saudável a pele seca, pele muito seca e pele atópica

2. FHL, NMF e TEWL: os principais fatores que favorecem a pele seca

3. Como prevenir e lidar com a pele seca, rotinas e soluções

Saiba o porquê e os mecanismos que originam uma maior secura da pele, bem como os fatores que favorecem tais alterações. Aprenda a manter a pele suave, macia e luminosa.

Quando a pele saudável se torna pele seca, pele muito seca e extremamente seca

A pele saudável é luminosa, suave e macia e todas essas qualidades são capazes de realçar a sua beleza e tons naturais.

Além disso, a pele saudável protege nosso corpo das ameaças do ambiente circundante - sendo uma das mais importantes barreiras naturais de defesa que temos disponíveis desde o nascimento.

#ORGULHONAPELE Como se manifesta a #PeleSeca? Quais são as melhores soluções para combatê-lo?

Click to Tweet

Se analisarmos a composição da nossa pele, podemos verificar que, com uma percentagem de 70%, a água é o seu principal constituinte. Em seguida, são as proteínas (25%), as gorduras (2%) e os minerais (0,5%).

A pele seca é opaca, sem brilho nem tonalidade, repuxanda e pode descascar e avermelhar, tornando-se também particularmente sensível.

Mas como se manifesta a secura da pele?

Pele seca

A pele seca parece opaca, tensa e áspera ao toque. Geralmente repuxa e é menos elástica.

De um modo geral, a secura leve da pele é indicativa de uma hidratação deficiente e de ligeiras alterações na camada lipídica.

A pele seca pode ser um fenómeno temporário, em que se resolve ou elimina rapidamente o seu fator causal, ou pode tornar-se crónico.

Pele muito seca

A pele muito seca tem uma tendência óbvia para descamar, está rachada e tende a causar prurido. Além disso, é muito tensa e pouco tonificada.

Ocorre quando há um agravamento das condições que favorecem a pele seca e, neste caso, referida como xerose cutânea, o nome científico para indicar a pele seca. Deriva do grego “xero” que significa “seco” e “osis” que é “doença”.

A xerose cutânea pode ser senil quando é consequência do envelhecimento cutâneo, com o avançar da idade.

Pele extremamente seca e repuxada

Quando há um agravamento da xerose cutânea, principalmente associado a algumas doenças tais como diabetes ou alguns problemas de pele incluindo dermatite atópica ou psoríase, caracterizadas por uma pele particularmente sensível, seca, pruriginosa e rachada.

Podem muitas vezes haver alterações profundas na pele que podem mesmo chegar ao tecido conjuntivo. A queratose pilar ou pele de galinha, é uma condição particular de xerose cutânea caracterizada pela acumulação de queratina ao nível dos folículos pilosos, principalmente na parte superior dos braços, caracterizada pela pele áspera e irregular.

A hidratação na pele é um importante indicador de alterações na sua estrutura que favorecem a perda de água nas várias camadas da pele, fazendo com que a pele perca sua hidratação natural.

Essa perda de água é, então, favorecida principalmente por alterações na sua componente lipídica.

A pequena percentagem de lípidos presentes na composição da pele é essencial para a sua protecção, tendo um papel essencial na proteção da evaporação da água.

A água e os lipídios estão intimamente relacionados nos problemas de pele seca devida a problemas no filme hidrolipídico que cobre a pele do nosso corpo.

A pele seca é uma questão de MAI, NMF e TEWL

O filme hidrolipídico ou FHL é uma camada fina que cobre a pele de todo o nosso corpo.

É composto principalmente por lipídos (95%): triglicéridos, ésteres de cera, esqualeno produzido pelas glândulas sebáceas e lipídos derivados da epiderme, como esfingolipídios, ácidos gordos e colesterol, emulsionados com suor e água transdérmica.

Na prática, é um creme A/O natural que cobre a nossa pele, regulando a sua firmeza, elasticidade, acidez ou pH e hidratação, ou teor de água.

A pele fica seca quando tem pouca quantidade de partículas de gordura, especialmente aquelas que cimentam as células na superfície da pele, ou quando o filme hidrolipídico é alterado.

O componente aquoso do FHL também regula a hidratação da pele. Consiste no Fator de Hidratação Natural (em inglês: Natural Hidratizing Factor ou NMF), uma mistura complexa de substâncias que têm uma função comum, retendo água.

O teor de água na pele é fortemente condicionado pelo NMF: a sua deficiência está associada a uma perda de água de cerca de 25% da superfície da pele (o estrato córneo) e a uma redução na elasticidade da pele de 66%.

O FHL e o NMF regulam a hidratação da pele, impedindo a evaporação da água e retendo-a.

Assim sendo, a sua integridade é essencial para regular perdas de água insensíveis ou TEWL (Trans Epidermal Water Loss). Esta é a quantidade de água na superfície da pele que é trocada com o meio ambiente.

A TEWL mantém as trocas de água entre pele e ambiente em equilíbrio, regulando a que evapora e a que é reabsorvida.

Se a camada superficial da pele ou o filme hidrolipídico for alterado, a TEWL registra grandes perdas de água.

De fato, a TEWL é um indicador da saúde da pele, mais concretamente da integridade da sua camada mais superficial.

Outros fatores que desencadeiam a secura da pele

A secura da pele é favorecida por alterações no FHL, perda de NMF e alterações da camada superficial da pele - o que contribui para uma alta perda de TEWL e pobre hidratação da pele.

Esses fenómenos podem ocorrer isoladamente ou ao mesmo tempo, e manifestam-se em diferentes graus de secura da pele.

Por exemplo, foi demonstrado que quando a hidratação superficial da pele cai abaixo de 20%, a pele, além de seca e áspera, torna-se muito menos elástica e inicia um processo de descamação e fissuração.

Essas condições favorecem o ressecamento da pele não apenas com a perda de água ou com a diminuição da sua concentração, mas também porque apresentam uma tendência maior de desidratação da pele.

Além disso, há também vários fatores internos e externos que favorecem a secura da pele. Em particular, fatores internos que possam favorecer a ativação dos mecanismos indicados acima.

No que diz respeito aos fatores externos, é uma mistura de causas que conectam a pele com o ambiente externo e com os hábitos de vida.

Fatores internos

  • Idade: o envelhecimento natural da pele promove a secura da pele, o que por sua vez pode pesar fortemente na aparência da pele e no aparecimento de rugas
  • Genética: algumas pessoas podem estar predispostas à secura da pele
  • Menopausa: os desequilíbrios hormonais típicos da menopausa promovem maior secura da pele
  • Dieta: nutrição promove a contribuição de macro e micronutrientes úteis para manter a pele saudável. Uma dieta pobre em ácidos gordos poli-insaturados, ou em vitaminas B, vitamina C e zinco, por exemplo, pode promover a pele seca
  • Sensibilidade cutânea que torna a pele mais frágil
  • Toma de alguns fármacos
  • Doenças, como diabetes

Fatores externos

  • Um ambiente quente pode favorecer a perda de água superficial. Da mesma forma, pesa o hábito em banhos quentes e longos e a exposição longa no verão, com o risco de desidratação
  • Um ambiente levemente húmido pode favorecer a evaporação da água da superfície para compensar a baixa humidade do ar. Isso acontece tanto no inverno, devido aos sistemas de aquecimento, quanto no verão, devido aos sistemas de ar condicionado.
  • As agressões climáticas, vento ou frio, podem alterar a superfície da pele
  • Sabões agressivos ou ricos em surfactantes podem alterar o FHL. Neste sentido, a lavagem muito frequente com sabão pode promover a secura da pele.
  • Sol: além de favorecer a evaporação da água, uma exposição desprotegida pode causar alterações da pele que favorecem a secura da pele
  • Tabaco
  • Exposição a agentes mecânicos ou químicos que possam promover a pele seca. Este é o caso típico de alguns ambientes de trabalho.

Como prevenir e lidar com a pele seca

Sabendo que a pele seca é favorecida por fatores internos e externos, que favorecem alterações na estrutura da pele e se manifestam em xerose cutânea em vários graus de intensidade.

Em resumo, a pele seca é favorecida por:

  • hidratação deficiente da pele
  • alterações na integridade do filme hidrolipídico ou FHL
  • alterações na composição do NMF ou sua deficiência
  • alterações na integridade da camada superficial da pele
  • desequilíbrio das trocas de água entre ambiente e pele (TEWL)

Para além disto, todos os fatores internos e externos envolvem, em última análise a influência genética, do ambiente, dos hábitos alimentares, de vida e beleza.

Em todo estes casos, podem tomar-se medidas para prevenir ou manter uma pele saudável, cuidando da sua pele.

Para evitar a secura da pele, é importante seguir certos hábitos e usar cosméticos que possam prevenir a pele seca.

  • Controle a temperatura ambiente e evite banhos de água quente
  • Verifique a humidade ambiente
  • Cubra bem o rosto e as mãos no inverno e em condições ventosas - É importante proteger a pele contra o vento e outras agressões climáticas, em qualquer altura ano.
  • Introduza na sua alimentação alimentos ricos em ómega 6, sem esquecer frutas e legumes em pelo menos 5 porções por dia
  • Beba pelo menos um litro e meio de água por dia
  • Ao sol, aplique um protetor solar com um fator de proteção adequado ao seu tipo de pele e nutrientes, para evitar a secura da pele.
  • Evite sabões ricos em surfactantes ou substâncias agressivas. Prefira mousses ou óleos de limpeza.
  • Escolha um cosmético adequado para prevenir a pele seca, como Bio-Oil Gel para Pele Seca: um produto que ajuda a prevenir a secura da pele, promovendo a nutrição fisiológica e a hidratação da pele e mantendo a estrutura normal do filme hidrolipídico que cobre a pele corpo inteiro.

Sabemos agora o que significa ter uma pele seca, a sua origem e as soluções para prevenir ou mitigar um problema de beleza e saúde da pele.

 PARTILHAR:
clicca qui
prodotto novità

Uma nova fórmula
para cuidar
da pele seca.

Gire o dispositivo para visualizar melhor o site